11 de abril de 2009

Vai um baseado?


Aposto que a maioria dos leitores já ouviu falar sobre a manjada história de Adão e Eva. E nesse momento devem estar se perguntando o que isso tem a ver com a maconha. Bom se você já tiver puxado um baseado hoje e confundiu Eva com Erva, a história bíblica faz sentido. Caso contrário eu explico onde eu quero chegar.

Nessa história o que fica bem nítido é o seguinte: não comam o fruto proibido. E o que acontece? Crééééu na maçã!

Entendeu onde eu quero chegar? Muito bem. Se não entendeu eu desenho para você, mas preciso que você puxe (o ar dessa vez) e concentre-se para entender melhor.

Você já viu algum garotão afetado de 16 anos, recusando a proposta do pai de pegar a chave do carro e ir até a loja de conveniência mais próxima, comprar cervejas e cigarros?

Acho que não. Até porque é muito bonito você sair desfilando por aí com o carrão do coroa para comprar álcool e cigarros. Mesmo sendo contra a lei. Afinal, o garotão afetado só poderia tirar a carteira de habilitação aos 18 anos. E é proibida a venda de bebidas alcoólicas e cigarros para menores de 18 anos. Ou deveria ser...

Vamos seguindo a linha de raciocínio:

Adão e Eva (garotão afetado) -> Nada de comer o fruto proibido (nada de bebidas, cigarros e direção = leis) -> Crééééu na maçã (infringir as leis).

Ficou mais claro agora?

Partindo do princípio da hipocrisia chego à seguinte conclusão: porque não consideramos criminosos os usuários de cigarros (tabacos) e os alcoólatras? Afinal, são drogas também! Lícitas, mas drogas...

Já sei por quê!! Porque ATÉ o presidente deste país toma um whisky de vez em quando!! Olha só que beleza!

Resumindo, cigarros e bebidas alcoólicas no passado eram vinculadas ao poder. Antigamente os grandes empresários e fazendeiros tomavam seus licores e vinhos. Enquanto algumas mulheres da alta sociedade fumavam seus “tabacos” (ironicamente falando eu não sei como elas conseguiam tal proeza!) em “chiques” piteiras!

Enquanto negros e marginalizados fumavam o que? MACONHA!

Começa agora a novela Preconceitos históricos!

Nos anos 60 com o “surgimento” dos hippies e suas propostas tais como: Paz e Amor, a comunhão com a natureza, o nomadismo, o modo de vida comunitário... Houve também a ascensão da “erva”. E só lembrando, os hippies tendiam para o socialismo – anarquista. Foco no anarquista que aqui – pelo menos – é sinônimo de baderna.

Eu não preciso comentar que os “irmãos da paz” foram altamente discriminados.

Aos poucos a maconha foi se tornando símbolo de agressividade e violência.

Sendo associada a traficantes. Mas não são SÓ os traficantes que se deleitam da erva!! (nem te conto...).

A maconha causa relaxamento, alteração no humor, faz mal para os pulmões, acarreta problemas de memória e em alguns casos pode causar dependência. Esse é o conceito geral.

Mas em alguns lugares, na Índia por exemplo, a maconha está relacionada a Shiva ( o poderoso da religião Hindu). Nosso amigo Shiva teria brigado com a família e estaria vagando nos campos quando, para buscar abrigo do sol (seeeeeei...), parou sob uma planta de canábis, esmagou suas folhas e comeu. A crença hindu relata que aquele que bebe canábis, bebeu Shiva. (Uau).

Legalizar a maconha para alguns, seria aumentar o número de usuários, o que teria por conseqüência o aumento do número de dependentes da droga.

Para outros, a legalização está vinculada com a diminuição do tráfico. Uma vez que a maconha é uma das drogas mais consumidas pelo seu baixo custo, e poderia ser “plantada” no jardim de casa, isso diminuiria teoricamente a ação dos traficantes. Mas a questão é: e as outras drogas?

Bom isso aqui não é a casa da Mãe Joana! Daqui a pouco vai ser tudo LIBERADO!!

E como diria um amigo meu (é ele mesmo!!) TODO MUNDO NU!

Os traficantes teriam mais trabalho (ou ausência dele) em “contribuir para o bem estar da nação” com a legalização da maconha. Mas iriam criar uma nova solução.

Sinceramente eu não vejo problema em legalizar a maconha. Uma vez que todo mundo tem um pouco de erva no cérebro! (Loucura, loucura, loucura!!). Calma, não se manifestem! Quem afirmou isso foi um cientista chamado William Davane.

William diz o seguinte:

“Rigorosamente, se reduzimos a maconha ao seu efeito psicoativo, como fazem seus adversários, pode-se afirmar que todos têm um pouco de maconha na cabeça, independentemente de fumarem ou não.”

Em algumas pessoas isso fica bem aparente....

Concluindo...

Uma vez que o caos está instalado, não há como fugir dele. A maconha já virou uma espécie de praga, e atingiu todas as classes sociais. Acho louco você atribuir a culpa de um assalto, ou um assassinato a uma planta. Uma vez que ela não vai pegar uma pistola e sair matando todo mundo. Muito menos sair com uma maleta cheia de dinheiro... Quem pratica a ação é o ser humano. O que deve haver acima de tudo, é a conscientização por parte dos governantes. Aí sim a liberação pode ser mais eficaz. Até porque vai virar uma zona sair liberando maconha por aí, sem alertar os riscos que ela pode trazer, sendo conseqüência de um mau consumo. É aquela história: Não sabe brincar não desce pro play! Não sabe usar, não usa!

Camila g.

8 comentários:

  1. Senhorita Camila,
    meus mais felizes e sinceros parabéns!!!vc está escrevendo cada vez melhor!!!!

    quanto a legalização da maconha...lamentavelmente hoje pode-se ter qualquer droga com facilidade, mas daí a legalizar a maconha é o início da anarquia total.

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Dear Chuchu,
    hehehe, soube se posicionar muito bem, conseguiu expressar seu ponto de vista de uma forma bem dinâmica, as exemplificações muito legais, enfim, o texto tah "supimpa". Quanto a legalização da maconha, não sei se seria a melhor saída.

    Bjão!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom...lembrei da Domingas lendo isso :p...
    Jornalista Camila Guimarães...
    Legalização da Maconha...Os traficantes arrumariam outra forma de trafico do mesmo...É como DC existe os piratas...Mais em relação ao uso mesmo diminuiria eu axo :p...

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog e suas exemplificações, sobre a liberação da Maconha(Marijuana), no entanto discordo sobre sua teoria, pois sabemos que se existe usuario tambem existirá trafico,(Lei da Oferta e da Procura). Já imaginou como seria um mundo sem Drogas? um mundo em que cada Jovem pudesse exercitar sua personalidade sem a utilização de Psicotrópicos, que pudesse sorrir sem estar sob efeito de alucinógenos? Como seria este mundo? Já pensou quantos problemas seriam resolvidos em nosso mundo? Quantas vidas seriam salvas? Quantas novas expectativas nasceriam? pensemos nisso.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Muiito bom esse post, adorei essa forma de falar sobre um tema um tanto polêmico, com um tom sarcastico! muito bom ficou, e vc poderia fazer assim toda semana postar algo subjeivo e algo objetivo(temas sociais, alguns acontecimentos)demonstrando sua opinião!

    Parabééns amigaa, orgulhosa por vc!

    aaah e sobre ah maconhaa não sei o que falar, pura contradição, tem seus dois lados, concordo um pouco com o que o fernando falou!!

    beeijo :*

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente gostaria de agradecer a todos!
    E dizer que fico muito satisfeita ao perceber que vocês estão lendo e se questionando.
    Não sou a favor da maconha e não estou fazendo apologia a droga. Que isso fique bem claro!
    No meu ponto de vista, vejo o assunto não só como um assunto relacionado ao vício. Vejo política e interesses sujos por trás disso tudo. Concordo com o Fernando que um mundo sem drogas seria muito melhor. Isso é indiscutível, mas a questão é que isso é impossível, uma vez que até os medicamentos são drogas que podem viciar. Quanto as drogas ilícitas como a maconha, também vejo uma realidade bem embaçada quanto a não existência de drogas. Isso é um fato. A questão que me indaga é a seguinte:
    Se tem um cara que é usuário de maconha (já que estamos falando especificamente dela) pra ele consumir a droga, antes ele tem que passar por um traficante(pelo menos na maioria dos casos). E o dinheiro que ele deixa com o traficante vai pra onde? Já que é um dinehiro que não está relacionado com impostos? Provavelmente o dinheiro vai servir para compra de material bélico, corromper policiais e outros usuários de grande porte, se é que vocês me entendem. Já que pessoas de várias classes sociais utilizam a erva. Inclusive das classes mais altas. Então porque não tiramos esse poder das mãos dos traficantes e convertemos esse dinheiro em impostos em prol da nação!? Lógico que é como eu falei. Liberar a maconha por si só não vai adiantar em nada se não houver a conscientização da população e se NÓS CIDADÕES não fizermos a nossa parte. E qual é a nossa parte? É cobrar dos governantes. Cobrar educação, melhorias nas instituições públicas e o cumprimento das leis. O fato de liberar a erva, não significa que todo mundo vai poder usar como bem queira. O tabaco e o álcool também são drogas, mas existem leis de consumo. O usuário que fosse pego com a quantidade além da permitida seria punido. Sinceramente concordo e discordo com a legalização. Pois o lado positivo puxa o lado negativo. O bom mesmo seria se não existisse. Mas uma coisa que acho certa, é o fato de tirarmos o poder econômico das mãos erradas. Existem campanhas para conscientizar sob o mau uso da droga. Mas não existem campanhas que ensinem como a população deve se livrar de balas perdidas.

    ResponderExcluir
  8. Ah!! gostei!
    Misturando no blog assuntos com alguma consciência social e textos subjetivos.
    Você está se dedicando muitoo e realmente mostrando o que pode fazer... estou orgulhosa de você, você sabee.

    Sim, com relação ao texto, concordo com a sua opinião, de que se liberasse o uso da maconha estaria tirando das mãos dos traficantes uma forma de obter dinheiro para compra de armas, e outros tipos de drogas, mas também eles sempre arrumariam outra coisa pra traficar, e aí seria sempre a mesma coisa.. e aí, ficaria liberando tudoo? Eles achariam outra forma de novoo.. e de novo. E a sociedade só sairia perdendoo. Mas é claro, há muitas formas de ver como as coisas aconteriam.
    As pessoas dizem algo sempre: O que é proíbido agrada as pessoas.
    Será que vai se ser sempre assim?

    Te amo !!
    Sucesso pra você. :)

    ResponderExcluir