23 de março de 2009

Momento


Um dia acordou e não viu o azul do céu. Não conseguiu enxergar o verde do mar. Tentou andar sozinha... Não conseguiu. Olhou para os lados e não viu ninguém. Percebeu que precisava de ajuda, de alguém que lhe apontasse uma direção. Precisava de olhos, pernas, sentidos... Coração. Saiu pela ruas olhando para si. Tentando achar a companhia que achava ter. Gritara pelo mundo. Ninguém a escutava. Voltou a superfície e tentou achar alguém que a notasse. Abriu os braços para o mundo e se entregou ao vento. Nesse instante pousou sobre seu ombro um beija-flor. Sentiu-se útil. Sorriu, levantou a cabeça e seguiu em frente. Passou por um jardim e notou uma árvore antiga. Surgiu uma ventania e o vento bateu derrubando suas folhas. Mas esta árvore permanecia de pé.

Camila g.

7 comentários:

  1. lindo post chu...
    te amo jornalistaa
    beeijo :*
    carol

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o post!
    Gostei muitoo.. ^^

    Te adoro (L).

    ResponderExcluir
  3. olha só quem eu encontro por aqui!
    as árvores são uns símbolos de resistência incríveis..

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. olhe, olhe...muito bom ver você com tanta firmeza em seus objetivos!!! continue assim!!! conte conosco!!!

    bjão!!!

    ResponderExcluir
  6. Chu..parabéns :D
    ficou jóiaa...Vou comer seu bolo :p

    ResponderExcluir